Entretenimiento

Depois de Criciúma (SC), cidade no Pará também vive madrugada de terror com ataque de bandidos

Comenzó la Feria Ideas +, un clásico de diciembre que llegó reformulado

Moradores registraram imagens da ação da quadrilha pelas ruas de Cametá, no Pará Foto: Reproduçao de vídeo Leia mais : Madrugada de terror em Criciúma

A quadrilha teria fugido da cidade em vários carros, por volta de 1h30 da madrugada desta quarta-feira, seguindo depois em barcos, em uma rota pelo rio Tocantins. Pelo Twitter, o governador do Pará, Helder Barbalho, postou que já estava em contato com a cúpula da segurança pública do estado. “Não mediremos esforços para que o quanto antes seja retomada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense”, escreveu o governador

Mais uma noite violenta, depois do terror provocado por assaltantes em Criciúma, no sul de Santa Catarina, na terça-feira. Desta vez uma quadrilha iniciou um ataque na cidade de Cametá, no interior do Pará, a 235km da capital, Belém. Em redes sociais, moradores relatam a ação violenta, durante a tentativa de assalto a uma agência bancária, com uso de reféns capturados em bares da cidade. Um quartel da Polícia Militar também teria sido atacado, impedindo a saída dos agentes de segurança. Com armas de alto calibre, os bandidos deram muitos tiros para o alto durante mais de uma hora, mas não há relatos sobre feridos.

Moradores registraram imagens da ação da quadrilha pelas ruas de Cametá, no Pará Foto: Reproduçao de vídeo Leia mais : Madrugada de terror em Criciúma

A quadrilha teria fugido da cidade em vários carros, por volta de 1h30 da madrugada desta quarta-feira, seguindo depois em barcos, em uma rota pelo rio Tocantins. Pelo Twitter, o governador do Pará, Helder Barbalho, postou que já estava em contato com a cúpula da segurança pública do estado. “Não mediremos esforços para que o quanto antes seja retomada a tranquilidade e os criminosos sejam presos. Minha total solidariedade ao povo cametaense”, escreveu o governador.

Analítico : O temor de outros ataques

Também pelo Twitter, a Secretaria de Segurança Pública informou que “desde o momento que foi confirmado sobre o assalto a uma agência bancária em Cametá, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), do Batalhão de Ações de Cães (Bac), da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e duas aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará (Graesp) se deslocaram para dar apoio no município. Segundo informações preliminares, não há mortos. Mais informações serão divulgados ao longo do dia”.

Veja também : Marca de organização criminosa em Criciúma

Moradores registraram em vídeos o ataque a Cametá:

Outro dos vídeos que está circulando na internet sobre o assalto a banco em Cametá. pic.twitter.com/5SR7Nbe0LN

— De Lucca 🏳️‍🌈 (@delucca) December 2, 2020

Assalto no Pará. 20 homens com fuzis e 50 reféns… pic.twitter.com/9SEXI27Mu9

— P o p i t a 💫 (@Popita_Hyuuga) December 2, 2020

Mais um vídeo desesperador de Cametá, no Pará, onde as informações de moradores postadas em redes sociais dão conta de um assalto das proporções do que aconteceu em Criciúma ontem. Dezenas de assaltantes fortemente armados fizeram moradores de reféns, que são usados como escudos. pic.twitter.com/Y3HPnNcDJq

— De Lucca 🏳️‍🌈 (@delucca) December 2, 2020

é o terror em cametá pic.twitter.com/E9HTEhFZF5

— João Rui Sassim (@JSassim) December 2, 2020